Via Rede InfoSãoFrancisco / sexta-feira – 30 de agosto de 2019

Curso capacitará cidadãos que, atuando como geojornalistas colaborativos, irão fortalecer a Rede InfoSãoFrancisco inicialmente na região do Baixo São Francisco e, em seguida, com perspectivas de expansão para toda a bacia do Velho Chico

Começa amanhã, no povoado Mato da Onça, em Pão de Açúcar, AL, a 1ª. Oficina de Geojornalismo Cidadão do Baixo São Francisco.

O curso, uma iniciativa da Canoa de Tolda e InfoSãoFrancisco em cooperação com InfoAmazonia, será ministrado pelo jornalista ambiental Gustavo Faleiros (um dos fundadores e coordenador do InfoAmazonia). Com dezesseis horas de carga horária, a oficina contará com atividades em sala e alas práticas em campo.

Durante os dois dias de capacitação, os participantes aprenderão o uso de ferramentas básicas da cartografia digital e associação à dados que serão componentes dos artigos, preparo dos mesmos, captação de imagens, vídeos.

Serão ainda apresentados aplicativos de apoio para as práticas de produção de matérias, integração de dados, imagens, sobretudo com o uso de aparelhos de telefonia móvel, possibilitando grande capilaridade da Rede InfoSãoFrancisco.

As atividades em sala serão realizadas na Escola Municipal Rural do Mato da Onça, no povoado, enquanto que as práticas de campo ocorrerão na Reserva Mato da Onça.

A 1ª. Oficina de Geojornalismo do Baixo São Francisco é uma iniciativa da Canoa de Tolda,  com o suporte do Projeto Opará – Águas do Rio São Francisco (cooperação da Canoa de Tolda com a UFS – Universidade Federal de Sergipe, através do Programa Petrobras Sociomabiental)

LOCALIZAÇÃO

Imagem em destaque – Filmagem do documentário De Barra a Barra – Pelas Carreiras do Sentido Deixado. Foto | Canoa de tolda © 2019

Você está acompanhando os conteúdos apresentados pela Canoa de Tolda e já deve ter sua avaliação a respeito do que é disponibilizado para apresentar o Baixo São Francisco real em contraposição ao oficialmente divulgado.

Tentamos fazer o melhor possível há 21 anos, expondo como aqui se vive, de fato; publicando análises sobre situações variadas do quadro socioambiental da região; investigando aplicações de recursos públicos, dentre tantos temas, e também desenvolvemos projetos culturais, como o restauro da canoa de tolda Luzitânia ou ainda pela conservação da biodiversidade do Baixo São Francisco, como a Reserva Mato da Onça e seu programa Caatingas – Meta 2035.

Por isso, para colaborar, faça uma doação. A Canoa de Tolda não pode deixar de navegar.